fbpx

Moscas volantes: o que você precisa saber

Saiba mais sobre a doença ocular moscas volantes, principais sintomas, possíveis causas e tratamentos.
moscas volantes

O nome “moscas volantes” pode parecer esquisito à primeira vista. Ele se refere a uma doença ocular que pode acometer pessoas de diferentes idades e gêneros. Na grande maioria dos casos, não é um problema grave. Contudo, devido à fragilidade da retina, logo que os primeiros borrões, sujeiras ou manchas aparecem no campo de visão é hora de procurar um oftalmologista.

Neste artigo, vamos conhecer um pouco melhor a doença oftalmológica denominada moscas volantes, as causas mais comuns, sintomas, doenças relacionadas e tratamentos disponíveis.

Se você procura por informação de qualidade, então você está no lugar certo. Siga com a gente!

Moscas volantes: o que são?

As moscas volantes são manchas “como sujeirinhas” flutuantes no campo de visão que podem acometer um ou os dois olhos ao mesmo tempo. Essas manchas podem ter a aparência de nuvens, círculos, manchas, linhas, teias, pontos, sujeiras e até mesmo de pequenos insetos. Inclusive, a doença recebeu esse nome já que as manchas são similares a insetos escuros. Junto ao aparecimento dessas “sujeirinhas” na visão, muitas pessoas relatam também a sensação de desconforto constante.

Indivíduos que sofrem com as moscas volantes apresentam pequenos corpos flutuantes no humor vítreo – fluido gelatinoso que se localiza entre a lente (cristalino) e a retina. Qualquer pessoa pode apresentar o quadro de moscas volantes, entretanto a doença é mais comum após os 45 anos de idade devido ao envelhecimento natural dos olhos.

Além das manchas: principais sintomas

O principal sintoma dessa doença é o surgimento de pequenos pontos escuros que se movimentam lentamente na frente de um ou dos dois olhos. As manchas escuras geralmente aparecem quando a pessoa mira uma superfície plana e podem se agravar dependendo da iluminação do ambiente. Além das manchas, pode surgir um desconforto. 

As moscas volantes não representam um problema grave para a saúde ocular, porém o aparecimento de alguns sintomas mais acentuados devem ser observados. Entre eles, estão:

  • agravamento do problema de um dia para o outro;
  • rasgos na retina e possíveis sangramentos;
  • surgimento de flashes de luz junto às manchas escuras;
  • dificuldade para enxergar devido às manchas na visão.

Causas mais comuns

Entre a parte interna (retina) e a parte externa (lente) dos nossos olhos, existe um fluído gelatinoso chamado “humor vítreo”. Conforme os anos vão passando e os olhos vão envelhecendo, é comum algumas proteínas e até mesmo partículas do vítreo se soltarem da retina. Mesmo que o indivíduo relate que as moscas volantes estejam na frente dos olhos, o que realmente acontece é que essas partículas estão flutuando no vítreo. Interessante, não é mesmo?

Não é possível confirmar que exista uma causa específica para o aparecimento das moscas volantes. Uma das causas pode ser o envelhecimento natural do olho que faz com que essas partículas do vítreo se soltem. Em outras situações, a causa pode estar relacionada a presença de grau com miopia. Ainda em outros, a causa das moscas volantes pode ser a existência de doenças oculares, como veremos a seguir. 

Doenças relacionadas

Além da idade, algumas doenças pré-existentes estão relacionadas ao surgimento das moscas volantes. Indivíduos com alto grau de miopia (dificuldade para enxergar objetos que estão ao longe) são mais suscetíveis ao aparecimento das manchas na visão. As pessoas míopes possuem um globo ocular com formato diferente o que as torna mais propensas ao descolamento do vítreo.

Além da miopia, indivíduos com diabetes, que já realizaram algum tipo de procedimento cirúrgico nos olhos, que já realizaram cirurgia de catarata ou que sofreram pancadas fortes na cabeça e nos olhos também podem desenvolver a doença.

Diagnóstico

O diagnóstico para descobrir se o indivíduo sofre com as moscas volantes é simples, porém deve ser realizado em consultório médico e por um profissional especializado. O diagnóstico é feito por meio do mapeamento da retina, também conhecido como “exame de fundo de olho”.

No exame de mapeamento da retina, o médico dilata a pupila do paciente e, em seguida, projeta uma luz forte sobre ela para conseguir observar se existem alterações no vítreo. O exame é indolor e não demora mais de alguns minutos. Com o diagnóstico de moscas volantes em mãos, é hora de paciente e médico discutirem o tratamento. 

Tratamento para moscas volantes

Atualmente, não existe um tratamento específico para quem sofre com as moscas volantes. Essa informação pode parecer desesperadora à primeira vista, mas não é, uma vez que a doença não é grave. Na maioria dos casos, as manchas escuras desaparecem sem qualquer intervenção. Em outros, o médico descobre a causa e, a partir daí, traça um tratamento. É importante que o indivíduo que apresenta essa condição procure o auxílio de um médico especializado para que seja feito um diagnóstico correto.

Em alguns casos, o indivíduo pode apresentar o descolamento do vítreo ou da retina e o caso torna-se mais sério. Especificamente para essas situações, os médicos recomendam a vitrectomia, que consiste no uso de laser ou cirurgia para conter o descolamento. 

Durante a vitrectomia, o vítreo é retirado do olho e em seu lugar o oftalmologista aplica uma solução em gel. Depois disso, o próprio corpo humano cria um novo vítreo para substituir o gel que foi inserido. Nem sempre a vitrectomia removerá todas as moscas volantes, porém a cirurgia é indicada para conter problemas mais sérios, como o descolamento da retina ou do vítreo. 

Agende uma consulta

A atitude correta a ser tomada ao perceber o aparecimento de manchas escuras na visão é procurar um oftalmologista. Apenas através de alguns exames específicos, o médico poderá determinar se você sofre com moscas volantes ou com alguma variação mais grave, como o descolamento da retina ou do vítreo. Mesmo sem sintomas, o ideal é manter consultas regulares ao oftalmologista. Agende agora mesmo uma consulta no Donato Hospital de Olhos. Cuidar da saúde da sua visão é um enorme prazer para nós!

Compartilhe:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email