Exames

Busque pelo índice alfabético abaixo.

ABCD

Exame que permite avaliar as irregularidades ópticas, proporcionando ao cirurgião correlacionar aberrações de alta ordem, com a queixa do paciente. Indispensável na cirurgia refrativa personalizada.

Exame que permite a análise das camadas do nervo óptico. Realizado para diagnóstico e acompanhamento de patologias do nervo óptico, glaucoma e doenças da retina relacionadas à mácula.

É realizado através de um feixe de luz de varredura com uma intensidade próxima ao infravermelho. Este exame é realizado com desconforto mínimo para o paciente, sem a utilização de contraste, em um período de tempo curto. Requer que os meios transparentes do globo ocular estejam íntegros e uma percepção visual, ainda que mínima, no olho examinado ou no olho contralateral.

Orientações ao paciente:

  • Exame realizado com as pupilas dilatadas, o que deixa a visão embaçada por algum tempo. Por isso, o paciente deve vir acompanhado e não dirigir até que sua capacidade visual volte ao normal.
  • Se for usuário de lentes de contato, o paciente deve suspender o uso das mesmas no dia do exame, e levá-las para serem usadas após sua realização.

Tem a função de fazer o mapeamento completo da córnea: curvatura, espessura e elevações, além de medir a profundidade da câmara anterior e diâmetro corneano, e fornecer imagem tomográfica do segmento anterior. O Pentacam é indicado para pacientes candidatos à cirurgia refrativa, cirurgia de catarata, avaliação do cristalino, glaucoma, córnea, ceratocone e qualquer alteração que acometa a parte anterior do olho.

A Angiografia sem contraste por Tomografia de coerência ótica (Angio-Oct) utiliza a velocidade do sistema a laser de quinta geração (Swept Source) para análise da vascularização da retina, nervo ótico e da coroide, sem a necessidade da injeção de contraste intravenoso, garantindo resultados mais rápidos e precisos. O exame é indicado para o diagnóstico e acompanhamento de doenças como: retinopatia diabética, degeneração macular relacionada á idade, doenças da vascularização retiniana e coroidiana, macroaneurismas, dentre outras.

Indicado para o diagnóstico e acompanhamento das doenças da retina, glaucoma e doenças do nervo óptico. O exame é realizado com uma injeção de corante (solução de fluoresceína sódica) intravenosa e pode ter sua fluorescência registrada fotograficamente no fundo de olho. Desta forma, é possível observar o trajeto real deste corante, desde sua chegada até sua saída dos vasos localizados no olho, identificando assim pontos de ruptura dos vasos, extravasamento de contraste e áreas de obstrução ou falhas na circulação vascular (Infartos de retina, nervo ótico e coróide).

Indicado para cálculo automático da lente intraocular nas cirurgias de cataratas muito densas.

IOL Master (Biometria a LASER):  O exame biométrico óptico é usado para calcular o grau das lentes intraoculares implantadas na cirurgia de catarata. No Instituto Donato Oftalmologia ele é realizado por meio do aparelho mais avançado da atualidade, o IOL Master® 700. Este aparelho aumenta a precisão do cálculo da lente intraocular para a cirurgia de Catarata, utilizando a interferometria óptica associada a uma nova geração de laser Swept Source para otimizar os resultados refrativos. É possível verificar o comprimento axial do olho, a profundidade da câmara anterior, diâmetro corneano e ainda, a ceratometria central. Este aparelho reduz ao máximo a chance de resultados inesperados no grau após a cirurgia.

Exame realizado por ultrassom de alta frequência e grande resolução que propicia uma visão detalhada das estruturas do segmento anterior do olho (Córnea, Íris, Corpo ciliar, Cristalino), permitindo um diagnóstico mais preciso de áreas de difícil avaliação. É indicado para casos de glaucoma, tumores intraoculares, análise de posição da lente intraocular, traumas oculares do segmento anterior, complicações cirúrgicas e doenças da córnea.

Indicado para avaliar o campo divisão do paciente (percepção visual periférica e central). Utilizado para diagnóstico e acompanhamento do glaucoma e em outras doenças relacionadas ao nervo óptico.

Orientações ao paciente:

  • Exame realizado sem dilatar a pupila
  • Se for usuário de lentes de contato, o paciente pode fazer o uso das mesmas no dia do exame.

Exame que analisa a curvatura da córnea em todos os quadrantes e eixos do centro até a periferia, permitindo a percepção das distorções da córnea (como aquelas que existem no ceratocone e cicatrizes corneanas), estuda e analisa a regularidade, a simetria e posição do astigmatismo.

Exame que mede a pressão intraocular diversas vezes ao longo de um dia. Exame é realizado para observar a variação da pressão ocular durante o dia. Instila-se colirio anestésico e fluoresceína (colírio amarelo) nos olhos do paciente e a pressão intraocular é aferida pelo oftalmolgista. São realizadas diversas medidas da pressão intra-ocular ao longo do dia, em geral com 2 horas de intervalo.

Orientações ao paciente:

  • Exame realizado sem dilatar a pupila
  • Não suspender os colírios em uso
  • Se for usuário de lentes de contato, o paciente deve suspender o uso das mesmas no dia do exame, e levá-las para serem usadas após sua realização.

Indicações:

  • Suspeita diagnóstica de glaucoma (história familiar, PIO elevada ou limítrofe, escavação do nervo óptico aumentada, alterações campimétricas sugestivas);
  • Avaliação da efetividade da terapêutica do glaucoma já diagnosticado;
  • Glaucoma.

EFGH

Exame utilizado principalmente para avaliar o segmento posterior do globo ocular, nas situações em que não seja possível um exame fundoscópio adequado. Utilizado também no diagnóstico diferencial dos edemas de papila e descolamento da coroide, retina e tumores oculares. Pode ser usado em alguns casos para o acompanhamento do crescimento do globo ocular em crianças e jovens portadores de alta miopia.

É um exame muito utilizado pelos oftalmologistas para ajudar no diagnóstico e no acompanhamento de algumas enfermidades oculares.

Principalmente utilizado em casos de glaucoma, o exame ajuda a avaliar o ângulo da câmara anterior dos olhos, a íris e a superfície do cristalino usando lentes de aumento colocadas em contato com a córnea. Este exame também determina se o glaucoma já está instalado e qual é o seu tipo, orientando o diagnóstico e o tratamento específico para cada um.

A gonioscopia não analisa somente o glaucoma, apesar de esta ser sua função mais comum. Também é utilizada para verificar outras anormalidades oculares, como tumores, cistos, aderências da íris ou algum possível trauma nos olhos.

Além de gerar algum desconforto, o procedimento é feito com fixação do olhar. Por isso, é difícil realizá-los em crianças pequenas ou adultos com dificuldade em colaborar.

Para a realização da gonioscopia é administrado colírio anestésico e, em alguns casos um colírio em forma de gel(meticelulose) que pode embaçar a visão. Exame é realizado em consultório oftalmológico em ambiente de baixa luminosidade.

Orientações aos pacientes:

  • Exame realizado sem dilatar a pupila
  • A visão pode ficar embaçada por cerca de 30- 60 min caso se utilize gel (meticelulose)
  • Não suspender os colírios em uso
  • Se for usuário de lentes de contato, o paciente deve suspender o uso das mesmas no dia do exame, e levá-las para serem usadas após sua realização.

Exame do fundo de olho sob midríase do paciente que analisa a parte central da retina.

Avalia o ângulo da câmara anterior. É importante para a avaliação de casos suspeitos ou em tratamento de glaucoma.

IJKL

A iridotomia a laser, também conhecida como iridotomia periférica, é um procedimento cirúrgico que consiste em fazer um pequeno furo na periferia da íris, com o objetivo de regular a pressão intraocular como prevenção ao glaucoma de ângulo fechado ou estreito.

Orientações aos pacientes:

  • Exame realizado utilizando um colírio que fecha a pupila o que deixa a visão embaçada por algum tempo. Por isso, o paciente deve vir acompanhado e não dirigir até que sua capacidade visual volte ao normal.
  • Não suspender os colírios em uso
  • Se for usuário de lentes de contato, o paciente deve suspender o uso das mesmas no dia do exame, e levá-las para serem usadas após sua realização.

MNOP

Permite a avaliação da retina, vítreo, nervo óptico e das lesões da extrema periferia retiniana. Este exame é mais detalhado que a fundoscopia e analisa melhor a porção periférica da retina, onde frequentemente, podem ser encontradas lesões causadoras de graves doenças como: descolamento de retina, retinopatia diabética, dentre outras.

Determina o tamanho, forma e número de células endoteliais da córnea, além de monitorar as transformações nas células endoteliais ao longo do tempo.

Exame que avalia os distúrbios da motilidade ocular e as alterações sensório-motoras do olho. Indicado para pacientes com queixas sugestivas de transtornos da visão binocular até pacientes com estrabismos comuns ou restritivos. É também chamado de Teste Ortóptico.

É a previsão do potencial de visão máxima em pacientes portadores de catarata ou opacidades de meios no olho (córnea, cápsula posterior do cristalino e vítreo).

Analisa a espessura da córnea, evidenciando edemas e áreas mais finas (ceratocone). É utilizada para avaliação da córnea candidata à cirurgia refrativa, e também é indicada no diagnóstico do glaucoma.

QRSTU

Mede o grau aproximado do paciente. Teste de visão de cores para adultos e crianças: avalia se o paciente apresenta deficiência na visão de cores (Daltonismo) e doenças na mácula.

É uma foto-documentação que tem por objetivo o registro de imagem da retina e do nervo óptico.

Avalia se o paciente apresenta deficiência na visão de cores (daltonismo) e doenças na mácula.

Auxilia no diagnóstico do olho seco, mensurando a quantidade de lágrima.

O Teste de Teller permite quantificar a acuidade visual de pacientes que não conseguem informar a visão, utilizando cartões especiais. O Teste de Teller é indicado para bebês recém-nascidos, crianças que ainda não desenvolveram a fala e pacientes que apresentaram limitações na realização de outros testes que estudam a quantificação da acuidade visual.

É um exame simples, rápido e indolor, que consiste na identificação de um reflexo vermelho que aparece quando um feixe de luz ilumina o olho do bebê. O fenômeno é semelhante ao observado nas fotografias. Para que este reflexo possa ser visto, é necessário que o eixo óptico esteja livre, isto é, sem nenhum obstáculo à entrada e à saída de luz pela pupila. Isso significa que a criança não apresenta nenhum obstáculo ao desenvolvimento da sua visão.

O Teste de Sobrecarga Hídrica é indicado para diagnosticar e acompanhar pacientes com suspeita de glaucoma. A finalidade é verificar como um determinado olho se recupera de uma elevação transitória da pressão intra-ocular. O pico de pressão ocular obtido durante a realização do teste se correlaciona com o pico de pressão que ocorre durante as 24 horas do dia.

Esse exame tem duração de aproximadamente 1 hora e ao longo do procedimento é aplicado colírio anestésico e colírio de fluoresceína (colírio amarelo). O teste funciona da seguinte maneira:

  • Chegando ao consultório, o paciente é submetido à primeira aferição da pressão intraocular.
  • Depois, ele deve beber 1 litro de água mineral no intervalo de 5 minutos.
  • Feito isso, o médico medirá novamente a pressão intraocular nos intervalos de 15, 30 e 45 minutos.

Orientações aos pacientes:

  • Exame realizado sem dilatar a pupila
  • Não suspender os colírios em uso
  • Se for usuário de lentes de contato, o paciente deve suspender o uso das mesmas no dia do exame, e levá-las para serem usadas após sua realização.
  • Mantenha o jejum de 2 horas para alimentos líquidos antes do teste.

Através da instilação de um corante no olho avalia o grau de comprometimento das células da superfície da córnea e da conjuntiva pela baixa proteção do filme lacrimal (olho seco). Este exame é indicado para pacientes com suspeita de olho seco.

Do Segmento posterior: indicado para a avaliação e diagnóstico de Degeneração Macular Relacionada à Idade (DMRI), edema macular diabético, doenças vítreo-retinianas como buraco macular e tração vítreo-macular;

Do Segmento anterior: avalia a córnea e suas patologias, bem como pós-cirurgia refrativa, adaptação de lentes de contato e cálculo das lentes intraoculares em casos especiais.

Exame que mede a pressão intraocular. Usado para complementação do diagnóstico de glaucoma. Para a realização deste exame é necessário o uso de colírio anestésico e colírio de fluoresceína (colírio amarelo).

Orientações aos pacientes:

  • Exame realizado sem dilatar a pupila
  • Não suspender os colírios em uso
  • Se for usuário de lentes de contato, o paciente deve suspender o uso das mesmas no dia do exame, e levá-las para serem usadas após sua realização.

A trabeculoplastia seletiva a laser é a mais nova opção a laser para controle do glaucoma. Trata-se de um método inovador a laser que busca diminuir a pressão ocular estimulando o trabeculado a funcionar mais. O trabeculado é a região responsável pela drenagem do humor aquoso – líquido que preenche o olho e influencia diretamente os valores de pressão.

Cada vez mais este procedimento é indicado como tratamento inicial do glaucoma antes mesmo do uso de colírios, nos casos em que se espera boa resposta ao laser. É um procedimento especialmente interessante para pessoas que têm dificuldade em cumprir a rotina rigorosa e necessária na utilização dos colírios ou ainda, pacientes que não toleram o uso de medicações devido às reações alérgicas. O procedimento é relativamente rápido, seguro, com poucos efeitos colaterais e realizado sob anestesia tópica, sem necessidade de sedação e sem necessidade de repouso após o procedimento.

Orientações aos pacientes:

  • Exame realizado sem dilatar a pupila
  • A visão pode ficar embaçada por cerca de 30- 60 min caso se utilize gel (meticelulose)
  • Não suspender os colírios em uso
  • Se for usuário de lentes de contato, o paciente deve suspender o uso das mesmas no dia do exame, e levá-las para serem usadas após sua realização.

ATENDIMENTO

Seg – Sex: 08h às 18h

LIGUE PARA NÓS

(35) 3697-1999

LIGAMOS PARA VOCÊ

Ligação gratuita

ENVIE UMA MENSAGEM

(35) 9 9277-0116