fbpx

Coceira nos olhos pode causar ceratocone?

Saiba mais sobre o que é o ceratocone, suas principais causas e formas de tratamento.
menino coçando os olhos. ceratocone

Em algum momento da vida, você já deve ter ouvido falar que não faz bem coçar os olhos, não é mesmo? Pois saiba que essa informação é 100% verdadeira!

Coçar os olhos é uma atitude bastante prejudicial. Além de aumentar o risco de desenvolver ceratocone, esse hábito também pode agravar a doença em indivíduos que já a possuem.

O Donato Hospital de Olhos preparou para você um conteúdo exclusivo sobre ceratocone. Continue com a gente!

O que é ceratocone?

Para entender o que é o ceratocone, precisamos conversar sobre o local do olho que essa doença afeta: a córnea. A córnea é a primeira lente do nosso olho, uma camada transparente e fina, que fica à frente do globo ocular. Ela é arredondada e formada por fibras de colágeno.

Pacientes com ceratocone têm uma córnea menos rígida do que o normal, que vai afinando e perdendo a sua forma ideal com a evolução da doença, assumindo um formato “pontudo”, como o de um cone. Essa mudança no formato da córnea piora a visão, pois as imagens ficam cada vez mais distorcidas.

Pacientes com ceratocone nunca devem coçar os olhos, pois a pressão e o atrito das mãos ao coçar os olhos tendem a aumentar o dano já existente.

Quais são as principais causas do ceratocone?

O ceratocone é uma doença de causa multifatorial, ou seja, não é possível determinar apenas uma causa exata para o seu aparecimento. Os principais fatores de risco para o seu surgimento são:

  • histórico de familiares que já possuem ceratocone;
  • o ato de coçar os olhos com frequência;
  • ser portador de doenças alérgicas, como a rinite e a dermatite;
  • ser portador da Síndrome de Ehlers-Danlos ou da Síndrome de Down.


Por que meus olhos coçam?

São inúmeros os motivos que podem causar coceira nos olhos: alergia ocular, inflamação na borda das pálpebras, olho seco, cílios tocando o globo ocular, fatores ambientais, entre outros. Pessoas com rinite alérgica, por exemplo, sentem muita coceira nos olhos, podendo piorar durante a primavera (por causa do pólen da floração) e também quando em contato com partículas de poeira (ácaro) presentes no ar.

Outras doenças, como a dermatite atópica, também causam coceira nos olhos. Além disso, vírus e bactérias podem causar infecções oculares, como a conjuntivite, que tem como principais sintomas a vermelhidão e a coceira.

Em caso de coceira persistente nos olhos, o mais indicado é procurar um oftalmologista. Somente após uma avaliação, o médico poderá determinar a causa e, se necessário, prescrever um tratamento.

Qual é o tratamento para ceratocone?

O primeiro passo no tratamento do ceratocone é não levar as mãos aos olhos. Parar de coçar os olhos e tratar a alergia ocular é importantíssimo!

Se o ceratocone estiver avançando e a visão piorando, o oftalmologista pode indicar uma intervenção cirúrgica (crosslinking) para evitar a progressão da doença.

Em casos leves, a visão pode melhorar somente com o uso dos óculos. Em casos moderados, podem ser indicadas o uso das lentes de contato rígidas ou a cirurgia de implante de anel intraestromal.

Casos mais graves de ceratocone, quando não tratados no início, podem necessitar de um transplante de córnea.

Agende uma consulta

Com ou sem coceira nos olhos, é importante visitar um oftalmologista regularmente. A saúde dos seus olhos precisa de um cuidado especial. Agende agora mesmo uma consulta com os especialistas do Donato Hospital de Olhos. E lembre-se: não coce os olhos para evitar o surgimento de doenças no futuro. Estamos aguardando a sua visita!

Compartilhe:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email