fbpx

O que você precisa saber sobre lentes de contato

As lentes de contato são boas alternativas para quem necessita de corrigir o grau de refração dos olhos, mas necessitam de cuidados.
mulher colocando lentes de contato

Usar lentes de contato é uma alternativa para melhorar a qualidade da visão. Estima-se que no Brasil, segundo a Sociedade Brasileira de Lentes de Contato, mais de 2 milhões de pessoas recorram ao uso deste artifício, o qual pode ser uma opção segura e confortável para os pacientes que não conseguem se adaptar ao uso de óculos, seja por desconforto durante a prática de esportes, pela visão insuficiente ou pela necessidade frequente de troca.

As modernas opções oferecidas hoje, garantem conforto, segurança e eficiência para o paciente. Continue lendo este artigo para entender seus benefícios e sanar as suas dúvidas.

Para quem são indicadas

As lentes de contato são indicadas para pessoas que precisam corrigir o grau de refração dos olhos por diferentes motivos, como miopia, astigmatismo e  hipermetropia ou por outros problemas oculares que comprometem a visão, como o Ceratocone e outras irregularidades da superfície corneana.  Seus diferentes tipos podem se adequar às necessidades de cada paciente.

Além da possibilidade de correção da visão, as lentes de contato também possuem benefícios estéticos e de ampliação visual, conseguindo captar um campo de visão maior do que o possível com os óculos de grau.

Em casos de pacientes com doenças como o ceratocone, as lentes de contato são frequentemente indicadas para regularizar a superfície irregular da córnea e restabelecer a visão. Problemas oculares como distorção corneal também podem ter melhoras significativas com o uso das lentes de contato. 

Para começar a usar lentes de contato é necessário um exame oftalmológico completo, onde avalia-se a superfície ocular, a lágrima e a necessidade individual de cada paciente.

Os exames para adaptação da lente incluem: refração, medida da curvatura anterior da córnea (ceratoscopia ou tomografia de córnea), medida da espessura corneana (paquimetria), microscopia especular (avaliação das células endoteliais da córnea).

Após estes primeiros exames, é feito a adaptação  da primeira lente de teste, a qual será avaliada pelo oftalmologista através do exame de biomicroscopia, ou “lâmpada de fenda”, onde possíveis alterações na lente serão solicitadas.

Atualmente, existem diversos tipos de desenhos e materiais de lentes de contato e, como a indústria apresenta-se em constantes atualizações e desenvolvimento de novos desenhos, há sempre novidades em tratamento e conforto, que podem auxiliar na melhora da qualidade de visão do paciente.

Contraindicação

O oftalmologista é o único especialista que poderá indicar e acompanhar a adaptação das lentes de contato porque alguns fatores podem limitar o uso dessa alternativa. Alguns deles são as doenças oculares, as infecções crônicas e a alergia severa.

Ao contrário do que se imagina, não há contraindicação para o uso de lentes por pessoas com olhos secos. Mas, nesses casos, o acompanhamento médico se torna ainda mais criterioso. A indicação para esses pacientes é de lentes com baixo teor aquoso, alta oxigenação e que retenham umidade na superfície, como também as lentes esclerais que apoiam na esclera e não tocam na córnea. 

As lentes esclerais têm a capacidade de manter uma reserva de soro entre o olho e a lente, conservando o olho mais hidratado e melhorando os sintomas de olho seco, além de regularizar a superfície corneana. 

Mesmo pessoas com alergias podem recorrer ao uso de lentes, orientadas pelo seu oftalmologista.

Cuidados importantes aos usuários de lentes são: atenção à higienização e à remoção das mesmas antes de dormir, suspender o uso de lentes se dor, sensibilidade excessiva à luz e secreção. Mulheres grávidas, devido a mudança hormonal, podem sentir desconforto ao usar lentes de contato por conta de um desequilibro na composição das suas lágrimas. Nos casos acima, o médico deverá ser consultado.

Lentes de contato de grau

Quando usadas com a finalidade de corrigir grau de refração, as lentes de contato podem ser melhores que os óculos por não embaçarem e não comprometerem o campo de visão.

Ao prescrever uma lente de contato, o oftalmologista considerará o grau do paciente e também a frequência pretendida de uso. Uma diferença que pode ser notada entre os óculos e as lentes de contato é o grau de refração. Isso ocorre porque enquanto as lentes de contato estão inseridas diretamente nos olhos, as dos óculos estão afastadas alguns milímetros de distância. Portanto, a prescrição para óculos e para lentes é diferente.

Cuidados básicos com as lentes de contato

Para que as lentes de contato tenham durabilidade e cumpram a sua função de oferecer uma visão clara e de qualidade, sem comprometer a saúde ocular, é importante seguir alguns cuidados, como:

  • lave as mãos antes de colocá-las;
  • higienize-as utilizando somente soluções de limpeza apropriadas ao tipo utilizado;
  • respeite o prazo de validade das lentes determinadas pelo fabricante;
  • remova-as antes de dormir;
  • não compartilhe o uso;
  • troque com frequência o estojo de conservação.

Além dos cuidados citados acima, pessoas com lentes de contato podem usar maquiagem nos olhos normalmente e praticar atividades ao ar livre.

Um tema que merece muita atenção é o tempo de duração das lentes de contato. O Centro Brasileiro de Cirurgia dos Olhos afirma que usar lentes de contato vencidas pode levar à cegueira.

O tempo de validade depende de cada tipo de lente. Algumas podem ser de descarte diário, enquanto outras têm validade anual. É importante mencionar que o tempo de validade começa quando o blister da lente é aberto, independente da frequência que a lente foi usada. 

Para garantir a boa adaptação e manter a saúde dos olhos, é indicado aos usuários, que façam consultas oftalmológicas a cada seis meses, mesmo que não precise trocá-las. Isto porque, eles são corpos estranhos na superfície ocular e podem exigir readaptações ao longo do tempo.

O Donato Hospital de Olhos é um hospital de referência nacional e internacional no cuidado dos olhos, o qual possui um setor especializado em lentes de contato, com equipamentos e tecnologia de ponta para realizar todos os testes e exames de adaptação e garantir o melhor resultado em reabilitação visual para cada paciente.

Para agendar uma consulta e verificar a sua disponibilidade em utilizar lentes de contato, clique aqui.

Compartilhe:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Utilizamos seus dados para analisar e personalizar nossos conteúdos e anúncios durante a sua navegação em nosso website e em serviços de terceiros parceiros. Ao navegar pelo site, você autoriza o Donato Hospital de Olhos coletar tais informações e utilizá-las para estas finalidades. Em caso de dúvidas, acesse nossos Termos de Uso e Política de Privacidade.